Archive for junho \29\UTC 2010

COM O CORAÇÃO NA BOCA

29/06/2010

A ALMA NA GARGANTA E A FÉ NO PEITO

Explosão! Discurso do Padre Nicolás Alessio em plena marcha gay de Córdoba, AR

28/06/2010

Na marcha de apoio ao casamento gay realizada em Córdoba, Argentina, e diante de oito mil pessoas, o Padre Nicolás Alessio,  Pároco da Igreja de San Cayetano do bairro de Altamira da cidade de Córdoba (Argentina), na noite de quinta-feira, dia 24 de junho de 2010 fez um discurso explosivo para ser ouvido por toda a Argentina e o mundo, e em particular o mundo católico.

Padre Nicolás Alessio – o argentino – é mais corajoso que qualquer líder ou autoridade brasileira, de qualquer instituição favorável aos direitos GLBTTTI.

JESUS, ALEGRIA DOS HOMENS!

28/06/2010

CHLOË AGNEW

DOUTRINA 4

28/06/2010

TERRA. UMA BOLA FECHADA E LIMITADA

O fato incontestável de que a Terra lotou significa que a procriação humana está adentrando um novo paradigma. A sexualidade enquanto procriação biológica passa a assumir, teologicamente, a retaguarda da outra mais importante e real perspectiva do Plano de Deus, que se encontra na Lei Moral Natural desde a sua fundação. A Procriação no Espírito.

Um compromisso que não nega, antes confirma mais uma vez as Sagradas Escrituras, porque eterna. Num salto qualitativo.

Mas a biologia humana não pode ser alterada em poucos séculos, o que quer dizer que a transformação do impulso natural à cópula demandará mais tempo que alguns séculos. E essa transformação só poderá ocorrer lentamente através de dezenas de gerações. E a cada geração um passo.

O passo hodierno é o início do processo, onde a heterossexualidade passa à função de manutenção da população de corpos e a homossexualidade, sem excluir os heterossexuais, adquire a função de procriar exclusivamente no espírito. A gama de variações da bissexualidade, que se poderia chamar de diversidade bissexual, assume a transição.

O conceito de diversidade bissexual é fácil de se apreender. Vai do absoluto bissexual – 50% de bissexualidade – tendendo para o zero percentual, onde começa a heterossexualidade de um lado e a homossexualidade do outro.

Do mesmo modo que a velha economia de Moisés, dos profetas e reis, cedeu lugar à nova economia de Jesus; o geocentrismo foi substituído pelo heliocentrismo e o criacionismo pelo evolucionismo. Assim também na ecologia, a emergente noção de pegada ecológica trará o entendimento de que a procriação biológica cede lugar à procriação no espírito, obviamente sem negar a primeira. Isso implicará um novo conceito de família, que o proprio Jesus já havia antecipado há dois mil anos. [Lucas 8, 19-21]

Portanto, a homossexualidade, uma especial reserva biológica instituída por Deus desde a criação do homem, só hoje aflora à superfície como um campo de flores germinadas de sementes adormecidas. Campos ralos nos seus primórdios medrou lentamente ao longo de milênios e hoje, neste seu momento próprio e de urgência ecológica surge à vista de todos, em todo o mundo.

A homofobia é o temor de que esse campo florido cresça ao ponto de não deixar espaço para a heterossexualidade. Um temor de quem tem pouca fé. Como poderia Deus permitir isso? Como poderiam esses campos floridos continuar a enfeitar os campos do Senhor não fossem as árvores frutíferas da heterossexualidade?

Porque as sementes daqueles campos são geradas nas flores dessas árvores, assim como as sementes dos heterossexuais são geradas nos seus frutos. E ambas as sementes germinam na Terra. A Árvore da Vida é assim pródiga. E essa não é a Árvore do Bem e do Mal, ao contrário.

A Árvore da Vida foi diligentemente cultivada por Jesus.

SOB O OLHAR DO CRISTO REDENTOR

26/06/2010

VÍTIMAS DE EXPIAÇÃO EM RITOS PROPICIATÓRIOS

Desde sempre as religiões politeístas ou não mantiveram seus altares para seus ritos propiciatórios onde imolavam as vítimas de expiação. Queriam com isso “agradar a Deus” expiando seus próprios pecados através da oferta ao divino de um dos escolhidos dentro ou fora do seu povo, para que seus deuses lhes fossem propícios em suas colheitas, nos campos de batalhas de conquistas, na fertilização de seu povo. Os sacerdotes que presidiam tais ritos eram financiados pelos maiores interessados: os governos, os ricos e toda sorte de gananciosos por riqueza e poder.

Imolaram homens, mulheres, crianças e animais. Imolaram os seus e o dos outros, libertos e escravos, brancos, índios, negros, amarelos e vermelhos.

Até que Deus horrorizado com os acontecimentos, Ele mesmo, usou o seu próprio filho como a última das vítimas de expiação da humanidade. Jesus de Nazareth, que deu origem à cristandade.

Mas a cristandade, das religiões a mais chamada a acabar com esses rituais sangrentos não acreditou naquele sacrifício, que deveria ter sido o último.

E desde então, buscou uma forma de enganar a si mesma e a Deus, e continuou sacrificando, fazendo uso de altares outros e carrascos gentios, e continuou imolando gente até os dias de hoje.

E hoje essas vítimas de expiação são os homossexuais e a ordem para imolar está aqui, no ítem 2357 desta página:

http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p3s2cap2_2196-2557_po.html

Ordem que que tem sido seguida por todas as filiações cristãs à exceção de uma parca minoria que finalmente entendeu o Sacrifício da Paixão de Cristo.

Entretanto, o povo está acordando para o pecado imperdoável das igrejas e vem exigindo que seus juízes, mais inspirados que os sacerdotes, tomem a iniciativa de acabar com essa prática hedionda, já que seus sacerdotes se recusam. Mas os viciados em sacrifícios não descansarão até imolar a última vítima dos seus estoques que agora só restam armazenados: os mais raros do ocidente, os negros homossexuais da África e os homossexuais do mundo islâmico.

Nesta quarta semana de junho de 2010 outro rito propiciatório levado a cabo por um grupo de infiéis, inspirados na Carta de Identificação de Vítimas Expiatórias para Ritos de Propiciação acima mencionada, aconteceu no Rio de Janeiro, Brasil.

Que Sua Santidade o Papa, do mais alto da sua divina inspiração, da sua santa inteligência, da sua máxima caridade resolva que se apague essa mancha negra e purulenta da Doutrina Cristã. Que seja o exemplo definitivo e a prova cabal de que o SACRIFÍCIO PELO SEU PRÓPRIO PAI OFERECIDO, DE JESUS DE NAZARETH, O CRISTO DE DEUS, foi finalmente aceito pelos homens.

Então, os mártires se alegrarão junto com o SENHOR, na terra como no céu.

DOUTRINA 2

23/06/2010

A TERRA JÁ LOTOU COMO QUIS DEUS QUANDO DISSE: “SEDE FECUNDOS, MULTIPLICAI-VOS, ENCHEI A TERRA E SUBMETEI-A” Gn 1, 28
A Bíblia como vimos é legítima. É então, a Palavra de Deus. Sendo a palavra de Deus, é eterna. E sendo eterna é fundamental que se admita como será lida no futuro longínquo.

A Bíblia tem sido lida e interpretada através de fatos e ensinamentos morais. Mas ela é mais que isso. A Bíblia é o espelho do homem criação de Deus. Deus a “escreveu” como vimos no post anterior, para que o homem tomasse conhecimento de que fôra criado à Sua semelhança e assim pudesse reconhecer a Deus e a si mesmo.

A Bíblia, e isso já se tem como certo pela maioria dos teólogos, não pode ser lida literalmente. Porque sendo Palavra de Deus, é eterna. Foi escrita para ser entendida pelo homem do presente e do futuro.

Deus é o Criador de tudo para os que Nele crêem.

Tendo Deus criado, construído o homem, construiu-o À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA e para povoar a Terra, e o fez de modo que se reproduzisse até que toda a Terra fosse tomada. Deus portanto, não ordenou que o homem procriasse, mas sim constituido para essa tarefa. Fêz o homem fértil e não só capaz de gerar novos indivíduos, mas introduziu nele um apelo ao qual seu corpo sequer pudesse recusar-se. O apelo à cópula.

Seguramente considerou que um dia a Terra estaria plena de habitantes. E que esse fato aconteceria antes que o homem pudesse alcançar outros mundos para habitar. Por isso Deus fez o homem para povoar a Terra e não o Universo. Não o proibiu de povoar o Universo, mas foi feito para povoar a Terra. Uma bola fechada e limitada. Com recursos consequentemente limitados por Ele.

E determinou, agora sim uma ordem, que o homem O amasse sobre todas as coisas, inclusive sobre a si mesmo. Seu primeiro mandamento. Uma lógica que ultrapassa qualquer razão.

A procriação humana, à Sua imagem e semelhança, até que a Terra fosse totalmente ocupada dar-se-ia no corpo de modo prioritário mas não único porque acompanhada da criação no espírito. Uma vez alcançada a lotação da Terra, a procriação no espírito, muitas vezes negligenciada pelo homem, passaria à primazia. Assim completar-se-ia o Seu propósito, o Seu Plano de Criação do homem à Sua imagem e semelhança em espírito. Porque Deus é Espírito.

Já hoje, início do século XXI da Era Cristã, o homem consome a Terra uma vez e meia do que ela pode produzir. A Terra lotou de gente.

Veja em
http://www.footprintnetwork.org/en/index.php/GFN/page/world_footprint/

 

DOUTRINA 1

22/06/2010

 AS SAGRADAS ESCRITURAS

A história de importantes e extraordinários acontecimentos no mundo e entre os homens, de há milhares de anos atrás, foi sendo transtimitida oralmente e sendo registrada nos meios disponíveis por aqueles que dominavam a escrita. Esses registros, selecionados pelos sábios dominantes entre os registros que resistiam ao tempo, ao que se sabe chegaram até o início desta chamada Era Cristã e eram cultivados pelos povos que viviam ao longo do Rio Jordão, no Oriente Médio. Conhecidos como as Sagradas Escrituras do povo hebreu, resultaram de uma seleção por milênios e definidos como legítimos e verdadeiros. Hoje são conhecidos pelos cristãos como o Velho Testamento, que relatam a história da manifestação divina entre os homens, em particular entre o povo hebreu.

Do mesmo modo, outro acontecimento importante no mundo e entre os homens, há cerca de dois mil anos atrás, também foi sendo transmitido oralmente e sendo relatado por escrito, por aqueles que se supõe terem participado diretamente no episódio. Também, do mesmo modo que o Velho Testamento, os sábios das comunidades que admitiam como legítimo e verdadeiro esse acontecimento, cultivaram esses documentos e selecionaram ao longo dos séculos, compenetrados de temor e amor, os textos que consideraram como os autênticos relatos dessa história que denominaram de Novo Testamento.

O Novo Testamento relata a história daquele que os chamados cristãos reconhecem como a encarnação do Filho de Deus, o Cristo, e, contém o testemunho de alguns de seus seguidores que divulgaram a doutrina de Cristo, o Evangelho.

Num determinado momento da história das civilizações, o Novo Testamento adquiriu sua forma atual. São vinte e sete livros que possuem a unanimidade do cristianismo.

Passaram por um crivo de tal ordem que a menos que ocorram novas e improváveis descobertas arquelógicas, são todos dados como genuínos, fiéis e absolutamente confiáveis.

Assim as Sagradas Escrituras, compostas do Velho e do Novo Testamento, também chamadas Bíblia, formam o extrato escrito que estabelece a relação entre os homens e Deus. No mundo dos adeptos de Cristo. A Cristandade.

Alguma história da Bíblia em

http://pt.wikipedia.org/wiki/B%C3%ADblia

NOTÍCIAS DE CÓRDOBA, ARGENTINA (GRUPO ANGELELLI)

10/06/2010

 
Em 05 de junho de 2010, a redação do jornal argentino La Voz publicou que o Arcebispo de Córdoba, monsenhor Carlos Ñáñes pediu aos padres do Grupo Sacerdotal Angelelli que se retratassem das declarações em favor da legalização da família homoparental, e exigiu que preguem a posição oficial da Igreja.

Segundo La Voz, o Arcebispo reuniu-se com cinco dos padres do Grupo Angelelli, entre eles Nicolás Alesio (autor do conhecido documento) e Víctor Acha (co-signatário), a quem pediu que preguem a voz ofical da Igreja que não aprova o “matrimonio homossexual”.

O comunicado que desencadeou a polêmica foi redatado por Alesio e respaldado por 15 sacerdotes. “Diante da possibilidade de uma lei que permita a pessoas do mesmo sexo estar em “matrimônio” e viver profundamente o amor e a sexualidade, entendemos que aprová-la, acompanhá-la e aprofundá-la nos coloca no caminho do Evangelho de Jesus”, afirma o inicio do documento.

“Se nos pedem que retifiquemos essas declarações, obviamente que o não faremos. Somos pessoas adultas para que nos imponham o que temos de dizer ou fazer”.

“…não está em jogo nenhum dogma da fé católica: é uma opinião da Igreja sobre uma instituição civil…” Alesio reconheceu que é a primeira vez que se emite um decreto dessa natureza em que “nos admoesta e nos pede retratação.”

Completou: “Recebemos a adesão ao grupo Angelelli ao nível nacional…”

Segundo La Voz, Victor Acha foi outro dos sacerdotes a quem Ñáñez chamou para uma conversa privativa no Arcebispado.

“O bispo Ñáñez me pediu que expresse minha adesão aos ensinamentos da Igreja e assinale as diferenças que tenho com as afirmações do padre Alesio na nota que assinei com os outros sacerdotes. Eu lhe manifestei que coincido com os dogmas da Igreja, mas nesse particular tenho uma opinião diferente da que manifestou a conferência dos bispos”, explicou.

“Eu disse a Ñáñez que a Igreja Católica pode fazer todas as declarações sobre o valor do matrimônio heterossexual, mas não tem o direito de pedir à sociedade civil que rechace uma opinião diferente… Alesio manifestou “escuetamente”(?) pontos que são importantes sobre porque se pode aprovar uma lei assim, que pelo lado cristão não contradiz o que prega o Evangelho”, acrescentou Acha.

“Pediu-me adesão aos ensinamentos da Igreja e eu concordo com todos os dogmas católicos, mas há questões que se ensinam na Igreja que são opináveis, que evoluíram e, então, há que se aprofundá-las para dar respostas mais adequadas. Não pode haver um critério único em questões não dogmáticas. Se me perguntarem pela Santíssima Trindade direi: Pai, Filho e Espírito Santo. Mas se dizem que não pode existir amor entre duas pessoas homossexuais, eu digo: errado, pode existir amor”.

Ao contrário de Alesio, Acha negou que Ñáñez tenha imposto alguma sançaõ ou “admoestação”. “O que me pediu o bispo também merece consideração profunda e detalhada. Ele (Ñáñez) aguarda resposta por escrito à sua carta e não me impôs nenhuma sanção. Na conversa que tivemos trocámos pontos de vista, na qual lhe disse que há muitos teólogos e moralistas que pensam o mesmo que eu”, indicou.

A íntrega da matéria em espanhol:

http://www.lavoz.com.ar/ciudadanos/la-iglesia-llamo-al-orden-varios-curas-por-sus-dichos

REPERCUSSÃO MUNDIAL

08/06/2010

A repercussão mundial da parada foi extensa como não poderia deixar de ser. Listamos apenas alguns dos sites internacionais onde você poderá conferir o interesse sobre nós que há lá fora. Graças à parada de São Paulo, claro.

Ao final da lista, o discurso de Alexandre Santos, Presidente da Associação da Parada do Orgulho GLBT (APOGLBT), de São Paulo.

Canadá
 

 

http://news.sympatico.cbc.ca/world/millions_of_gays_march_through_downtown_sao_paulo_demanding_rights_in_huge_pride_parade/c19c6d9d

http://www.mjtimes.sk.ca/Canada—World/Society/2010-06-06/article-1228532/Millions-of-gays-march-through-downtown-Sao-Paulo,-demanding-rights-in-huge-pride-parade/1

http://www.metronews.ca/halifax/world/article/543903–millions-of-gays-march-through-downtown-sao-paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade

http://www.pentictonherald.ca/includes/datafiles/CP_print.php?id=270558&title=Millions%20of%20gays%20march%20through%20downtown%20Sao%20Paulo,%20demanding%20rights%20in%20huge%20pride%20parade

http://www.macleans.ca/article.jsp?content=w3574414

Amherst Daily News, Canadá
 

 

http://www.amherstdaily.com/photo/Millions-of-gays-march-through-downtown-Sao-Paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade-818637

Windsor Star, Canadá
 

 

http://www.windsorstar.com/entertainment/Three+million+take+part+Paulo+parade/3121184/story.html 

Estado Unidos

Thoughts.com – Forum internacional
 

 

www.thoughts.com/forums/showthread.php?p=741202

New England, USA
 

 

http://www.edgenewengland.com/index.php?ch=news&sc=&sc2=news&sc3=&id=106585

Editorial da Advocate.com
 

 

www.advocate.com/News/Daily…/2010/…/Brazilian_Gay_Pride_Gets_Political/

National Public Radio, Internacional
 

 

http://www.npr.org/templates/story/story.php?storyId=127519284

CBS News, USA
 

 

http://www.cbsnews.com/stories/2010/06/06/ap/latinamerica/main6555113.shtml?tag=mncol;lst;1

She Wired, USA
 

 

www.shewired.com/Article.cfm?Section=1&ID=25111

Examiner, USA
 

 

www.examiner.com/a-2666537~Millions_of_gays_demand_rights_during_Brazil_march.html

México
 

 

http://www.eradio.com.mx/enews/?noticia=4190

http://terratv.terra.com.mx/Especiales/Es-noticia/5753-211490/Marcha-gay-reune-a-3-millones-de-personas-en-Sao-Paulo.htm

Argentina
 

 

http://www.sentidog.com/lat/2010/06/06/millones-de-personas-protestan-contra-la-homofobia-en-la-parada-gay-de-sao-paulo/

http://terratv.terra.com.ar/Especiales/Es-noticia/5735-211490/Marcha-gay-reune-a-3-millones-de-personas-en-Sao-Paulo.htm

Portugal
 

 

http://www.tvi24.iol.pt/internacional/tvi24-parada-gay-homossexuais-brasil-desfile/1168221-4073.html

Espanha
 

 

http://www.lavozdegalicia.es/sociedad/2010/06/07/00031275893319225555666.htm

http://canariasahora.es/noticia/136640/

http://www.europapress.es/internacional/noticia-cientos-miles-personas-marchan-sao-paulo-contra-homofobia-20100607102318.html

http://www.eleconomista.es/flash/noticias/2206833/06/10/Cientos-de-miles-de-personas-marchan-en-Sao-Paulo-contra-la-homofobia.html

França
 

 

http://www.lepoint.fr/actualites-monde/2010-06-07/bresil-la-plus-grande-gay-parade-du-monde-a-sao-paulo/924/0/463680

http://www.lexpress.fr/actualites/1/bresil-la-plus-grande-gay-parade-du-monde-a-sao-paulo_897513.html

http://www.leparisien.fr/flash-actualite-monde/bresil-la-plus-grande-gay-parade-du-monde-a-sao-paulo-06-06-2010-954102.php

BBC News, Reino Unido
 

 

news.bbc.co.uk/2/hi/world/latin_america/10251648.stm 

www.breakingnews.gaeatimes.com/2010/…/millions-of-gays-march-through-downtown-sao-paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade-32484/  

Alemanha
 

 

http://www.welt.de/vermischtes/weltgeschehen/article7935013/Millionen-bei-groesster-Homosexuellen-Parade-der-Welt.html

http://www.n-tv.de/panorama/S-o-Paulo-feiert-bunt-article908609.html

Filipinas

Inquirer
 

 

http://newsinfo.inquirer.net/breakingnews/world/view/20100607-274298/Sao-Paulo-holds-worlds-biggest-gay-parade

India

Times of India
 

 

http://timesofindia.indiatimes.com/world/rest-of-world/Sao-Paulo-holds-worlds-biggest-gay-parade-/articleshow/6018491.cms

e muitos outros mais…
 

 

www.metronews.ca/…/543903–millions-of-gays-march-through-downtown-sao-paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade

www.huffingtonpost.com/2010/…/sao-paulo-gay-pride-parad_n_602765.html

www.article.wn.com/…/2010/…/br_sil_la_plus_grande_gay_parade_du_monde_sao_paulo_v/

www.worldnews.hometips4u.com/sao-paulo-gay-pride-parade-draws-millions-delivers-political-message

www.kansascity.com/2010/…/millions-of-gays-demand-rights.html

www.peopleforum.cn/viewthread.php?tid=21948&extra=page%3D1

www.heraldsun.com.au/…gay-pride-parade/story-e6frf7lf-1225876346212

www.abs-cbnnews.com/…/06/…/sao-paulo-holds-worlds-biggest-gay-parade

www.community.livejournal.com/ontd_political/6373950.html

www.winnipegfreepress.com/…/millions-of-gays-march-through-downtown-sao-paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade-95734314.html

www.news1130.com/…/63246–millions-of-gays-march-through-downtown-sao-paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade

www.startribune.com/world/95734309.html?elr=KArks

www.denverpost.com/nationworld/ci_15241518

www.news.yahoo.com/s/…/20100606/lf…/lifestylebrazilgaydemo_20100606205155

www.phillyburbs.com/…/2010/…/millions-of-gays-demand-rights-during-brazil-march.html

www.canadaeast.com/news/article/1083257

www.zeenews.com/news632050.html

www.wtop.com/?nid=105&sid=1974028

http://www.iranian.com/main/news/2010/06/07/millions-join-brazils-annual-gay-pride-march-photos

www.hdlnr.com/millions-of-gays-march-through-downtown-sao-paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade

www.365gay.com/…/millions-of-gays-demand-rights-during-brazil-march/

www.brandonsun.com/…/millions-of-gays-march-through-downtown-sao-paulo-demanding-rights-in-huge-pride-parade-95734314.html?…


Batatas quentes
 

 

Leia discurso de Alexandre Santos, na entrevista coletiva da Parada
06/06/2010

Senhores e senhoras jornalistas,

Sexta-feira, tivemos uma notícia surpreendente.

Conquistamos nossa primeira lei de nível federal: a instituição do Dia Nacional de Combate à Homofobia, 17 de maio.

A partir dessa lei, o estado brasileiro reconhece essa modalidade de discriminação como uma violência a ser combatida.

O dia 17 de março foi o dia em que deixamos, oficialmente, de ser considerados doentes mentais por amarmos nossos semelhantes.

Essa foi a data escolhida para lembrarmos nossa luta.

Pena que isso só foi possível por decreto do Governo Federal.

A depender da insensibilidade do Senado, continuaríamos desprovidos de qualquer proteção do estado.

Os gays e as lésbicas estão irritados com sua vulnerabilidade à discriminação.

As travestis e transexuais estão nervosas com os 198 assassinatos covardes ocorridos em 2009.

A bandeira do arco-íris está pálida.

E cada vez temos menos paciência com o atraso brasileiro.

Um atraso que tem nome, número, partido e tempo de televisão.

É para isso que vamos à avenida este ano: denunciar de onde vem nosso sofrimento.

Onde se situa a homofobia institucional.

Vamos também mostrar que podemos agir.

Afinal, como contribuintes, nada podemos fazer dessa condição.

Mas como eleitores, podemos, sim, decidir destinos.

Saibam que, quando escolhemos o tema: Vote contra a homofobia!, não imaginávamos o que aconteceu nos últimos dias.

MIlhares de pessoas passavam por nossa tenda na Feira Cultural, na última quinta, e perguntavam onde tinham que votar.

As pessoas estavam ansiosas para mostrar sua indignação contra a homofobia.

Queriam ação imediata e ficavam frustradas quando dizíamos que não havia urna nenhuma, só em outubro.

Portanto, os fulanos e as sicranas que não nos toleram e que acham que vamos passar mais quatro anos sem direitos, sem respeito, sendo violados em nossa cidadania, que ponham as barbas de molho.

Suas batatas estão assando.

Terão de voltar para suas igrejas e pregar a intolerância e a homofobia para seus crentes.

Porque não haverá lugar no Senado para esses.

Nunca mais haverá lugar na nossa democracia para esse tipo de gente.

Nós, gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais, assim como todos os heterossexuais que desejam um Brasil melhor para todos, vamos eleger uma nova geração de políticos.

Gente sintonizada com um país laico, de respeito a todas as religiões, a todos os corpos e a todas as mentalidades.

As próximas paradas serão uma celebração desse novo Brasil. Serão a manifestação viva, musical e física dos avanços democráticos que conquistaremos.

Quem sabe não ouviremos dizer que esse novo país, muito menos homofóbico, com políticos de uma nova estirpe, começou, hoje, na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo?

Obrigado pela atenção.

Discurso de Alexandre Santos, presidente da APOGLBT, durante a entrevista coletiva da 14a. Parada do Orgulho LGBT, no dia 6 de junho de 2010, no auditório Franco Montoro, da Assembléia Legislativa.


%d blogueiros gostam disto: